Governo projeta reconstrução de quase 400 km da malha viária em Goiás

0

Iniciativa veio após assinatura de termo de cooperação com o Fundo para Desenvolvimento da Pecuária que investiu R$ 5 milhões para a elaboração dos projetos técnicos

 

 

O vice-governador Lincoln Tejota (Cidadania) assinou nesta segunda-feira, 18, o contrato com cinco empresas especializadas em engenharia de tráfego que serão responsáveis por projetar a reconstrução de 396 quilômetros de rodovias e a construção de 144 metros de pontes de concreto em Goiás.

A iniciativa veio após assinatura de termo de cooperação com o Fundo para Desenvolvimento da Pecuária em Goiás (Fundepec-Goiás), que investiu R$ 5 milhões para a elaboração dos projetos técnicos. A verba foi viabilizada pela Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg) e os projetos de engenharia serão doados para a Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra). O presidente da Faeg, o deputado federal José Mário Schreiner disse que os projetos serão de qualidade, exequíveis e com a agilidade necessária para o desenvolvimento.

As reconstruções das rodovias vão custar aproximadamente R$ 539,1 milhões. Já para as construções de pontes, o aporte é de R$ 3,8 milhões.  “O crescimento que nosso país precisa ver, que nosso Estado aguarda, vai sair da união. Quem ganha é a população, o produtor, que sabe que vai ter condições de fazer sua colheita, transportar seu animal com eficiência, gerando empregos”, destacou.

Para o secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Carlos Neto, a parceria tem papel determinante para o desenvolvimento do setor. “Isso proporcionará ganhos e benefícios e nós temos participado ativamente com todo empenho para colher esses bons resultados que virão pela frente”, afirmou.

Pedro Sales, presidente da Goinfra reforçou que esse tipo de iniciativa ajuda o Estado a entregar as obras de infraestrutura com mais rapidez. “A maior contribuição que o setor privado pode nos dar, neste momento, é o financiamento dos projetos executivos de engenharia, porque ele elimina uma licitação que consumiria um tempo enorme”, explicou.

GOs

Na programação decorrente do acordo serão contempladas a duplicação da GO-020, entre Bela Vista e Cristianópolis; as pavimentações da GO-132, entre Niquelândia e Colinas do Sul; GO-221, de Doverlândia ao trevo da GO-194; GO-341, entre a BR-364 e o trevo da GO-465; GO-156, de Vila Sertaneja a Uirapuru; e GO-454, do entroncamento da GO-164 à divisa com o Mato Grosso.

O termo de cooperação prevê ainda a restauração das rodovias GO-142, de Formoso, Montividiu e Trombas; GO-184, de Aporé, Itumirim e o trevo para Cassilândia; e GO-174, do entroncamento da BR-070 a Montes Claros.

Já com a construção de pontes, serão beneficiadas a GO-341, sobre o Ribeirão Água Parada e o Córrego Dantas; além das estruturas de concreto na GO-465, sobre o Rio Rufino e outra sobre o Rio do Peixe; e na GO-336, sobre o Córrego Bandeirantes.

Aplicativos

Durante o evento foi lançado ainda pela Faeg o aplicativo Rodopontes. Ele pretende auxiliar a Goinfra e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) na manutenção das rodovias que cortam Goiás. Qualquer cidadão vai poder fotografar e informar ao órgão responsável a condição da via em que estiver transitando, o que vai agilizar o trabalho de reparação.

Segundo o presidente da Goinfra, a agência trabalha para lançar nas próximas semanas outro aplicativo, que também vai permitir que os mais de 7 milhões de goianos sejam os fiscais das rodovias estaduais.

anuncio patrocinado
Anunciando...