Corpo encontrado é de jovem desaparecida, aponta perícia

0

Bianca Lourenço sumiu no dia 3 de janeiro na Penha. Polícia vai pedir a prisão do ex-namorado da vítima, que é ligado ao tráfico

 

 

A perícia confirmou por meio de coleta de impressões digitais que o corpo encontrado na praia do Fundão, na Ilha do Governador, zona norte do Rio, é da jovem Bianca Lourenço, de 24 anos, que estava desaparecida desde o dia 3 de janeiro.

corpo foi encontrado mutilado pela Polícia Militar na noite de terça-feira (12). As informações iniciais já apontavam que as tatuagens eram semelhantes às de Bianca. Também foi achado um biquíni igual ao que ela usava na última foto que postou nas redes sociais.

Para a família, Bianca foi morta pelo ex-namorado, o traficante conhecido como DT, que seria o chefe do tráfico de drogas da comunidade Kelsons, na zona norte, após ter sido tirada a força de um bar no Complexo da Penha, onde esteve para comemorar o aniversário de uma amiga.

Durante as buscas, o pai da jovem chegou a dizer que pediu ao suspeito o corpo da filha. No entanto, ele nada fez.

Em entrevista à Record TV Rio, o secretário de Polícia Civil, Allan Turnowski, afirmou que a polícia vai pedir a prisão do ex-namorado pela morte de Bianca. Ele deve responder por feminicídio em razão da relação com a vítima e pelo crime ter sido motivado por ciúmes.

“É um traficante que já tem um três mandados de prisão contra ele. Agora, estamos finalizando o inquérito com esse pedido de mandado de prisão por homicídio qualificado. Em seguida, a gente busca informações de inteligência e precisas da localização para planejar a operação e a captura dele”, disse.

anuncio patrocinado