Moto Edge, G e E: conheça os modelos e as linhas

0

Os smartphones são o principal produto vendido no mercado de eletrônicos no Brasil. No segundo trimestre de 2020, a venda dos celulares entre R$ 2 mil e R$ 3 mil cresceu 194% no país em relação ao mesmo período de 2019, segundo dados da IDC Brasil. Na prática, a venda desses aparelhos intermediários premium passou de 334 mil para cerca de 1 milhão de unidades.

Há alguns anos, os celulares deixaram de ter como função principal a realização de ligações telefônicas. O desenvolvimento de tecnologias relacionadas a processadores, cartões de memória e câmeras tornou os smartphones uma febre mundial, a partir da ideia de que era possível ter aparelhos tão potentes quanto computadores, ocupando muito menos espaço.

Se você deseja trocar de smartphone, é recomendado pesquisar os preços em diferentes lojas e comparar as configurações de cada aparelho. Confira alguns dos melhores celulares para comprar.

Motorola Edge

Esta linha traz os modelos tops da Motorola em 2020. Tanto o Moto Edge, quanto o Moto Edge+, são compatíveis com a tecnologia 5G, que ainda não chegou ao Brasil. O primeiro possui um processador Snapdragon 765, levemente inferior, enquanto o segundo conta com Snapdragon 865, o mais recente lançado pela Qualcomm, que já aparece em outros modelos premium com o sistema Android.

Esses dois aparelhos também têm leitor de digitais logo abaixo da tela. Os celulares da Motorola possuem certificação IP64, que é capaz de proteger contra chuva leve ou contatos acidentais com água. Eles ainda possuem um sistema de câmeras com três lentes traseiras (uma principal, uma grande angular e uma teleobjetiva) e uma frontal (de 25 MP).

Motorola G

Esta linha possui tela Maxvision, ótima para curtir filmes ou séries pelo celular, além de um design premium e uma bateria que dura praticamente o dia inteiro. Do modelo G1 ao G7, destacam-se novidades como: a câmera dupla e o notch — área na parte frontal que fica sobre a tela para acomodar a câmera ou alguns sensores, como aquele de luminosidade ou o que ajuda o brilho de forma automática.

No que se refere à memória, o G1 apresentava 2 opções de armazenamento (8 GB e 16 GB) e não tinha entrada para cartão de memória microSD. A partir de 2019, isso mudou. O G7 já apresenta armazenamento que varia entre 32 GB e 64 GB.

O design dos aparelhos dessa linha mudou consideravelmente ao longo do tempo, sendo que somente os cantos arredondados se mantiveram. O Moto G1 era bem menor que os modelos sucessores: 129 mm de altura e 65,9 mm de largura. Isso o tornava compacto e fácil de ser pego apenas com uma mão. Até agora, o Moto G7 Play é o mais leve: 149 g.

Outra diferença notável nessa linha foi o espaço que começou a ser ocupado pela tela, com um display na proporção 19:9 no Moto G7, o que torna o seu visual completamente diferente daquele visto no G1.

As tampas dos diferentes modelos também foram se modificando ao longo do tempo: o G7 está disponível nas opções branco e preto, o G7 Play em dourado e índigo, o G7 Plus em rubi e índigo, e o G7 Power somente em azul escuro.

Motorola E

Esta linha é a mais econômica entre os aparelhos da Motorola, possuindo câmera frontal com Modo Beauty, que melhora as selfies compartilhadas nas redes sociais, além de armazenamento expansível e sensor de impressão digital.

Se a sua prioridade é adquirir um aparelho com o melhor custo-benefício, o Moto E5 Play oferece recursos interessantes, como câmera com resolução de 5 MP e flash LED.

Caso você precise de uma boa bateria, o Moto E5 Plus é o aparelho ideal, já que ele pode permanecer até 40 horas longe da tomada. Outra vantagem dele é a tecnologia Dual Chip, que permite o uso de dois cartões SIMs em um único celular.

anuncio patrocinado