Paciente morre engasgado com carne no Piauí; UBS não tinha equipamento

0

O secretário de Saúde de Conceição de Canindé, José de Arimatéia Costa, confirmou a falta do equipamento

 

Um homem, identificado como João Erasmo do Carvalho, 80 anos, morreu, nessa segunda-feira (26/10), após se engasgar com um pedaço de carne, em Conceição de Canindé, distante 339 km de Teresina.

Os familiares da vítima alegaram que na Unidade Básica de Saúde (UBS) em que ele foi socorrido não tinha um equipamento para entubação, e que a falha pode ter custado a vida de João.

O secretário de Saúde da cidade, José de Arimatéia Costa, confirmou a falta do equipamento e disse que o município irá se pronunciar. “Realmente faltou a mangueira do aparelho de oxigênio para fazer a entubação, mas ele já chegou lá muito mal. Depois desse problema nós já estamos providenciando a mangueira e esperando chegar”, afirmou. As informações são do G1.

A ficha médica de João registrou o problema. “Paciente evoluiu com parada cardiorrespiratória, onde foi realizado o protocolo de RCP (ressuscitação cardiopulmonar) por 25 minutos. Não foi realizada intubação por falta de equipamento na unidade. Foram utilizadas 5 ampolas de adrenalina, porém as manobras de RCP evoluíram sem sucesso, sendo constatado o óbito às 20h25″, alegou o documento.

O médico Landolfo Duarte Fonseca foi chamado até o local a pedido da família de João e afirmou que faltavam outros vários equipamentos. De acordo com ele, faltavam pilhas do laringoscópio, cânula para intubação endotraqueal e um fio guia.

“Não sei se ele teria sobrevivido, poderia ter sequelas porque ficou muito tempo sem oxigenação. [Mas] com a entubação ele poderia respirar com o outro pulmão compensando, ele poderia ter tido uma chance. Ainda tentei reanimar ele com o médico da UBS, mas não conseguimos”, explicou.

anuncio patrocinado