Saiba quais são as matérias que sempre caem na Fuvest

0

Professores fizeram um levantamento dos assuntos que costumam ser solicitados na prova. As inscrições devem ser feitas até 12h desta sexta

 

Estudantes interessados em prestar vestibular para a USP (Universidade de São Paulo) devem fazer a inscrição até o meio-dia desta sexta-feira (23) pelo site dfa Fuvest. A taxa de R$ 182 pode ser paga até o dia 27. A primeira fase será no dia 10 de janeiro e os alunos aprovados deverão fazer as provas da segunda fase nos dias  21 e 22 de fevereiro de 2021

Para ajudar quem está se preparando para as provas,  ouviu os coodenadores do cursinho Poliedro, que fizeram um levantamento estatístico das matérias que caem com mais frequência nas provas. Confira as dicas:

Língua Portuguesa é, sem dúvida, a matéria mais cobrada no vestibular da Fuvest. Os estudantes devem ficar atentos nos seguintes tópicas: Origens do Realismo e Realismo machadiano, Naturalismo e a obra de Aluísio Azevedo  e no Modernismo no Brasil: 2ª geração (prosa).

Em Matemática, pelos cálculos do cursinho, os assuntos que costumam cair na primeira fase são: Retas, Sequências numéricas e Probabilidade

Os estudantes devem revisar, em Física, Ondas periódicas, Natureza elétrica da madeira e lei de Coulomb e, por fim,Campo elétrico

Reações orgânicas, Soluções e Equilíbrios, hidrólise e solubilidade são as apostas em Química

A prova de Biologia costuma ter questões de Genética, Enterozoários e Fundamentos da ecologia

Em História, os estudantes podem se deparar com questões sobre a  2ª Guerra Mundial e suas consequências, 2º Reinado e sobre Reformas e revoluções

Por fim, em Geografia, vale estudar com atenção a Ordem mundial e conflitos, Demografia e Geomorfologia

O vestibular da Fuvest mede o nível de conhecimento de cada matéria a partir de trechos curtos e objetivos, assim como a capacidade de concentração e leitura do estudante. Como não determina quantidade específica de questões por matéria, apesar de serem 90 questões, o peso de todas é igual. Assim, dependendo da nota de corte, que varia de acordo com cada curso. É importante ter uma boa noção geral de todo o conteúdo do ensino médio

Foto: Hélvio Romero/Estadão Conteúdo 

anuncio patrocinado