Idoso aguarda cirurgia para remover hérnia gigante com mais de 30kg

0

Homem realizou exames pré-operatórios e chegou a perder 50kg, a pedido da equipe médica, mas teve a operação adiada

 

Um homem de 71 anos espera há um ano pela cirurgia para corrigir uma hérnia infra-umbilical que tomou conta do abdômen. O conteúdo herniário pesa cerca de 30kg. A família, natural de Praia Grande, no litoral paulista, percebeu a doença há quatro anos, quando a estrutura começou a provocar feridas.

“Começou do tamanho de um limão. Aquilo estourava, infeccionava, meu pai tinha febre e em seguida a ferida fechava, e desse jeito foi crescendo sem sabermos o que era”, explicou a filha.

O pai enfrentou uma série de exames e consultas médicas até ser encaminhado ao Hospital Guilherme Álvaro, em Santos, onde foi diagnosticado. “Durante três anos, falaram que o problema dele não era urgente”, contou, segundo informações do G1.

A hérnia infra-umbilical lipomatosa foi apontada em agosto de 2019. A doença, no entanto, já limitava a mobilidade do homem. Ao se sentar, ele precisa de um apoio apenas para a hérnia para evitar novos ferimentos.

“Ele já não faz mais nada, mal sai na rua e não consegue fazer as necessidades sem ser no banho. As crises de febre, que aconteciam uma vez por mês, agora são semanais. Ele fica dois, três dias sem sair da cama, já perdeu a vontade de viver”, desabafou a filha.

Operação desmarcada

Uma cirurgia para a correção da hérnia chegou a ser agendada para novembro de 2019. O homem realizou exames pré-operatórios e chegou a perder 50kg a pedido da equipe médica, mas teve a operação adiada.

“Mudaram para dezembro, depois para janeiro, fevereiro. E em março veio a pandemia. Aí disseram que suspenderam a cirurgia. Os exames pré-operatórios que ele tinha feito venceram e em agosto fizemos novos exames, mas continuamos sem perspectiva nenhuma de um agendamento. É muito triste ouvirmos que o caso dele não é urgente”, finalizou.

anuncio patrocinado