Calor mata o coronavírus? Entenda por que não baixar guarda em dias quentes

0

O Sars-CoV-2 sobrevive em ambientes com temperaturas acima de 50º C, muito superiores às registradas no Brasil

 

As temperaturas mais altas fizeram ressurgir uma onda de mensagens nas redes sociais afirmando que, com a aproximação do verão, os casos de Covid-19 diminuiriam no Brasil. Segundo a mensagem, o vírus não resistiria a mais de 35º C.

“Se fosse assim, ninguém desenvolveria Covid-19. A temperatura básica do corpo humano varia entre 36º C e 37º C e o vírus obrigatoriamente iria morrer quando entrasse no nosso organismo”, esclarece a infectologista Ana Helena Germoglio, do Hospital Águas Claras.

A médica destaca que o Sars-CoV-2 – vírus causador da Covid-19 – não consegue sobreviver a determinadas temperaturas e umidades, mas sempre acima de 50º C. Ou seja, o verão não será capaz de desacelerar a transmissão do vírus.

“Em relação aos outros coronavírus, foram feitas pesquisas que mostraram que o calor consegue inativar o vírus, mas a temperatura precisa estar acima de 50º C”, explica Ana Helena.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o vírus causador da Covid-19 pode ser transmitido em todas as áreas, incluindo as com clima quente e úmido.

Independentemente da temperatura, é importante seguir a rotina de higiene das mãos com água e sabão ou álcool 70%, e das superfícies, além de evitar levar as mãos aos olhos, boca e nariz.

anuncio patrocinado