Com mais 381 mortes por covid-19, Brasil acumula mais de 132 mil óbitos

0
22/04/2020 Crédito: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press. Brasil. Brasília - DF. Em águas Claras, filas para testagem para o exame do Corona vírus.

Com uma taxa de mortalidade de 3%, o Brasil vê que a maioria dos seus estados já somam mais de mil mortes cada

 

Nesta última segunda-feira (14/9), o Ministério da Saúde registrou mais 15.155 casos do novo coronavírus e 381 mortes em decorrência da covid-19. Com isso, o Brasil, que hoje ocupa o terceiro lugar no ranking mundial de países com mais casos da doença, já soma 4.345.610 infectados. Com 132.006 óbitos acumulados desde o início da pandemia, o país sobe um lugar e fica em segundo na lista de países com mais perdas pela doença.

Com uma taxa de mortalidade de 3%, o Brasil vê que a maioria dos seus estados já somam mais de mil mortes cada. Atualmente, 23 estados já atingiram a marca de mil mortes cada. O Mato Grosso do Sul foi o último a atingir este patamar. O estado, que soma 1.085 óbitos, ocupa o 23º lugar do ranking dos estados que mais perderam vidas para a doença até o momento.

Abaixo de Mato Grosso do Sul estão apenas quatro estados, que são os únicos com menos de mil mortes cada. São eles: Tocantins (814), Amapá (680), Acre (640), Roraima (610).

No topo da tabela, São Paulo e Rio de Janeiro são as únicas unidades federativas com mais de 10 mil mortes. O estado paulista lidera o ranking negativo de mortes provocadas pela covid-19, com 32.642 vidas perdidas pelo novo coronavírus; no Rio são 17.003 vítimas.

Em seguida estão: Ceará (8.698), Pernambuco (7.888), Pará (6.368), Minas Gerais (6.286), Bahia (5.999), Rio Grande do Sul (4.080), Amazonas (3.898), Paraná (3.853), Goiás (3.810), Maranhão (3.590), Espírito Santo (3.359), Mato Grosso (3.107), Distrito Federal (2.930), Paraíba (2.639), Santa Catarina (2.543), Rio Grande do Norte (2.317), Alagoas (1.985), Piauí (1.973), Sergipe (1.956) e Rondônia (1.253).

anuncio patrocinado