OMS faz novo alerta aos jovens sobre a Covid-19: “Não são invencíveis”

0
42
08 May 2019, Berlin: Tedros Adhanom Ghebreyesus, Director General of the World Health Organization (WHO), speaks at the congress of the CDU/CSU parliamentary group in the German Bundestag on the topic "Strengthening global health, implementing UN sustainability goals". Photo: Bernd von Jutrczenka/dpa (Photo by Bernd von Jutrczenka/picture alliance via Getty Images)

Diretor-geral, Tedros Adhanom pediu mais cautela ao grupo etário, que está sendo associado a novo crescimento de casos na Europa

 

m entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira (30/7), o diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, fez um apelo aos jovens, afirmando que uma das tarefas mais complicadas do combate à pandemia da Covid-19 é convencê-los de que também estão em risco.

“Dissemos antes, e vamos falar de novo: jovens não são invencíveis. Eles podem ser infectados, podem morrer e podem transmitir o vírus para outras pessoas. É por isso que devem tomar as mesmas precauções de todos para se proteger, assim como proteger a comunidade. Jovens podem ser líderes – e devem ser agentes de mudança”, disse o diretor-geral.

Ele lembrou ainda que, como dito nessa quarta (29/7) pelo diretor da OMS para a Europa, são os jovens os responsáveis pelo aumento de casos no continente. É verão no hemisfério norte e, segundo a agência internacional, há um relaxamento nas medidas de proteção entre as faixas etárias mais jovens, que se sentem “protegidas” por não estarem em grupos de risco.

Para o diretor de emergências, Michael Ryan, ainda não se sabe os efeitos a longo prazo das inflamações causadas pela doença e, tampouco, se ela pode causar algum problema de saúde no futuro. “Por que se arriscar?”, questiona.

anuncio patrocinado