Estudante selecionada para programa espacial internacional, Isadora Stefanhak participa de live no sábado (18)

0

Live é promovida pela Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica e começa às 17h

 

Mesmo na quarentena e longe do ambiente escolar, milhares de estudantes em todo o território nacional encaram o desafio de se preparar para a prova da maior olimpíada científica do país, a Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA). Para ajudar nesse trajeto, a OBA promove, sempre aos sábados, às 17h, lives em seu canal no Youtube com o seu coordenador nacional, o Dr. João Canalle, professor de Física e Astronomia do Instituto de Física da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e uma das maiores referências no mundo na difusão da ciências espaciais.

Na live do dia 18 de julho, Canalle irá entrevistar Isadora Stefanhak, estudante de 17 anos que foi por duas vezes medalhista da OBA, em 2018 e 2019, e participou da Jornada de Foguetes, em 2018, em Barra do Piraí (RJ). Em março, a adolescente de Arroio dos Ratos (RS), na Região Metropolitana de Porto Alegre, foi selecionada para participar de um curso nos Estados Unidos de imersão ao universo da astronomia, que inclui até treinamento para astronauta. O programa, desenvolvido pela Advanced Space Academy (Academia Espacial Avançada), é destinado a jovens de até 18 anos.

O treinamento do qual a medalhista da OBA irá participar em Huntsville, no Alabama, é concorrido para os aspirantes a astronauta e tem duração de uma semana. A organização do projeto é uma iniciativa do US Space and Rocket Center (museu Espacial e de Foguetes dos Estados Unidos). Na live de sábado, além da estudante gaúcha, Canalle também vai entrevistar Ester Dal Ben, professora de Isadora no 3º ano do Colégio Cenecista Santa Bárbara.

Lembrando que as inscrições para a OBA/MOBFOG foram prorrogadas em decorrência da pandemia do novo coronavírus e estão abertas até o final de julho. Escolas públicas e particulares que ainda não participam podem se cadastrar pelo site www.oba.org.br. Realizada em fase única e voltada para todos os estudantes dos ensinos fundamental e médio, a olimpíada ainda não tem data definida para sua realização, a depender da retomada das atividades escolares.

Em 23 anos de existência, a OBA já superou a marca dos 10 milhões de participantes e distribui anualmente cerca de 50 mil medalhas. A edição de 2019 teve a participação recorde de 884.979 estudantes de 9.965 escolas de todos os estados do Brasil e do Distrito Federal, além de duas do Japão.

Para assistir à live, basta acessar www.youtube.com/obaoficial

anuncio patrocinado
Anunciando...