“Por favor, não assaltem o Brasil”, clama Guedes à servidores

0
18
O ministro da Fazenda, Paulo Guedes, apresenta à imprensa as propostas do Pacto Federativo

“Eu estou pedindo uma contribuição ao funcionalismo público brasileiro e ao Congresso que não derrube o veto”, pediu o ministro

 

 

Durante coletiva de imprensa no Palácio do Planalto nesta sexta-feira (15) o ministro da Economia, Paulo Guedes, voltou a falar sobre o congelamento de salários do funcionalismo público brasileiro.

“Por favor, não assaltem o Brasil, quando o gigante está de joelhos”, clamou Guedes. “As próximas duas semanas serão decisivas: o presidente, de um lado, exercendo o veto e o Congresso, de outro, não derrubando o veto”, explicou.

Segundo ele, o presidente Jair Bolsonaro se comprometeu a vetar a possibilidade de aumentos de algumas categorias durante a pandemia, para possibilitar o projeto de socorro financeiro a estados e municípios.

“Eu estou pedindo uma contribuição ao funcionalismo público brasileiro e ao Congresso que não derrube o veto”, pediu o ministro.

 

anuncio patrocinado