Conheça o Parque das Copaíbas, no Lago Sul, que tem trilha de 4km

0

A área é bem sinalizada, tem entradas nas QI 26 e QI 28 do Lago Sul e foi aberto ao público em dezembro de 2019

 

 

Brasília tem trilha com Cerrado, poços e nascentes a poucos quilômetros do Plano Piloto: o Parque Ecológico das Copaíbas, no Lago Sul, que está aberto ao público há dois meses.

Localizado entre a QI 26 e a QI 28, ele pertence à Área de Proteção Ambiental (APA) do Lago Paranoá e é resultado do trabalho de desocupação de terras públicas realizado pelo governo.

Em julho de 2018, a antiga Agência de Fiscalização (Agefis), hoje DF Legal, desocupou a região com a derrubada de residências irregulares. Criado por lei em 1996, o parque não tinha infraestrutura e era mantido pelos ocupantes.

A APA tem, ao todo, 73 hectares. Ela abriga nascentes e o Córrego das Antas, que deságua no Lago Paranoá. Em 2013, uma decisão do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) determinou a saída imediata dos ocupantes irregulares – no entanto, a ordem foi descumprida pelos moradores.

Porém, somente com a ação dos fiscais, em julho de 2018, a determinação judicial foi cumprida. Ao todo, 22 casas foram demolidas.

À época, o espaço foi cercado e fechado para a população. Apenas servidores do Instituto Brasília Ambiental (Ibram) estavam autorizados a ultrapassar as cercas. Em dezembro de 2019, o parque foi inaugurado como uma área de preservação, com trilhas e atrações turísticas.

Obras foram realizadas no parque pelo Ibram e o espaço à comunidade foi aberto com uma “trilha rústica”, sinalizada, com pontes para atravessar os poços e uma pequena cachoeira, que aparece durante o percurso de pouco mais de 4 km.

Os caminhos formados possibilitam aos visitantes passeios de bicicleta ou caminhadas. Ao longo do passeio, o público encontrará espécies do Cerrado muito bem preservadas, campos e mata de galeria.

anuncio patrocinado