Estudos mostram que a caminhada ajuda a prevenir doenças como Alzheimer e a depressão

0
135

Caminhar por apenas 15 minutos por dia diminui drasticamente ansiedade e a vontade de comer chocolates e controlar a compulsão alimentar

 

De acordo com um estudo feito com 33 mil pessoas e publicado pela revista Stroke, mulheres que caminharam mais de três horas por semana apresentaram 43% menos riscos de ter um derrame em comparação com aquelas que não praticavam nenhuma atividade.

Os benefícios da caminhada sempre foram base de pesquisa. A Universidade da Califórnia, EUA, utilizou 6 mil voluntários para descobrir que uma simples caminhada pode reduzir substancialmente o risco de Alzheimer, já que atividade física tem sido associada a uma melhor capacidade mental em pessoas mais velhas.

Sintomas de depressão também são combatidos com a caminhada. Durante a atividade, ocorre liberação de endorfina, hormônio responsável pela sensação de bem-estar e relaxamento.

Ainda segundo um trabalho científico da Universidade de Exeter, Inglaterra, caminhar por apenas 15 minutos por dia diminui drasticamente a vontade de comer chocolates e controlar a compulsão alimentar. Isso porque a atividade provoca sensação de bem-estar parecida com a que o doce libera no organismo.

 

anuncio patrocinado