CCBB Educativo- Semana começa com curso, comemora o Dia da Amizade e acaba com bloquinho infantil de carnaval

0

Semana começa com curso, comemora o Dia da Amizade e acaba com bloquinho infantil de carnaval

 

Trocação de História, com Clube das Novas Narrativas Fantásticas; curso Transversalidades com Arlene von Sohsten; Dia da Amizade, como Raísa Curty e o Múltiplo Ancestral com o bloquinho infantil Cordão do Vai quem Fica movimentam a semana do CCBB Educativo.

Além das atividades que dialogam com os arredores do CCBB, destaque, ainda, para as Visitas EducativasVisitas Mediadas e Visitas Mediadas em Libras à exposição “Björk Digital”, em cartaz no CCBB DF até 9 de fevereiro e o Museu do Banco do Brasil.

A programação destina-se a todos os públicos com ações inclusivas e afirmativas para estreitar as relações com a comunidade escolar, educadores, pessoas com deficiência, famílias, organizações não-governamentais, artistas, movimentos sociais, profissionais dos campos da arte e da cultura e interessados.

O programa é composto por inúmeras atividades e em fevereiro o público poderá participar do Lugar de Criação (voltado para crianças e famílias); Múltiplo Ancestral (ações que articulam a memória, saberes e práticas culturais para o público em geral); Com a Palavra… (visitas mediadas por convidado especial às exposições em cartaz); Atividades Extras; Visitas Mediadas; Visitas Mediadas em Libras; Visitas Educativas e Sessão Miúda (cineclube para os pequenos com arte, histórias, fantasia e imaginação).

Todas as atividades são gratuitas, mas para participar de algumas delas é necessária uma pré-inscrição

                Confira a baixo as datas e as descrições das atividades

Lugar de criação

Das 10h às 12h e das 15h às 17h

15* e 16/02 – Trocação de histórias: CNNF – Clube das Novas Narrativas Fantásticas

Um mito é uma história de tradição oral, passada de geração em geração, comumente protagonizado por seres que representam as forças da natureza. Mito também é uma coisa que explica a origem de fenômenos e seres vivos. Todas as culturas do mundo têm mitos, que são muito importantes porque abordam as raízes do ser humano e estabelecem identidades. Nesse Lugar de Criação, será construído, em família, um mito brasileiro novinho em folha, inspirado na fauna e flora originárias, para que as próximas gerações saibam da sociedade contemporânea, como pensa e cria.

*em 15/02, a atividade acontecerá apenas às 10h.

 

Transversalidades, com Arlene von Sohsten  (LIBRAS)

13/02, das 19h às 21h

Processo de inscrição por formulário on-line: www.ccbbeducativo.com 

Sinopse: Os participantes serão convidados a refletir sobre o lugar da recepção estética e da mediação em arte pensando o corpo como lugar da experiência. No encontro serão compartilhadas metodologias de mediação teatral e abordados temas relacionados à aprendizagem inventiva e à educação dos sentidos.

Sobre a convidada: Arlene von Sohsten é mestre em Culturas e Saberes em Artes Cênicas pela UnB. Desde 2010 coordena Programas Educativos em Artes Visuais. É responsável pelas ações formativas, incluindo o programa de mediação Rolê Cultural, do Espaço Cultural Renato Russo. Atua, desde 2013, na formação de novos públicos para o teatro com o projeto “Mediato Diálogo com Espectadores”, que atendeu mais de 10 mil estudantes de 35 escolas do DF. É, também, professora na Secretaria de Educação desde 2014.

Atividade Extra – Dia da Amizade: Migs Germinados, com a artista visual Raísa Curty

15/02, às 15h

Sinopse: Migs Germinados é a proposta de um happening com a duração de 1h a ser realizado na área externa do CCBB-DF. A partir de uma instalação interativa que pretende ser terra fértil, o público presente poderá se engajar em uma jornada cooperativa que possibilitará relações de afeto inusitadas e reflexões a respeito do nascimento da amizade.

Sobre a convidada: Raísa Curty é mestranda em Artes Visuais pela UnB na linha de pesquisa Deslocamentos e Espacialidades e bacharel em Pintura pela UFRJ (2016). Desde 2014 pesquisa a expedição artística como método de ocupação sensível do trajeto. Participou da exposição coletiva Não Matarás no Museu Nacional da República (DF, 2017), Remanso, na Marquise da Funarte (DF, 2017) e Arte Para uma Cidade Sensível, no Museu Mineiro (MG, 2017), entre outras.

 

Múltiplo Ancestral, com Cordão do Vai Quem Fica

16/02, às 17h

Sinopse: Bloquinho de Carnaval nos jardins do CCBB

Sobre o convidado: O Cordão do Vai Quem Fica existe desde 2013. É brincadeira de manhã cedinho, de Sábado de Zé Pereira, acordando a cidade com os clarins e as trombetas da fanfarra. Na companhia sagrada de crianças e amores, todo mundo se mistura e o Vai Quem Fica sai a perfumar de música os canteiros da cidade-jardim. Há quem chame de bloquinho infantil, há quem diga que não passa de uma coleção de amizades, de uma desculpa para celebrar a vida, de um disfarce para tamanha tristeza que nos cabe sentir nessa vida. Para o bom observador, o Vai Quem Fica é um dia para, em vez de viver, sonha.

 

Informações, dúvidas e agendamento:

61 3108-7624 | agendamentodf@ccbbeducativo.com | www.ccbbeducativo.com

Visitas educativas agendadas

Ter, Qua, Qui, Sex         

Duração: 1h30

Ter a sex: 9h30, 10h30, 14h, 14h30 e 15h30

Qua e qui: 9h30, 10h30, 14h, 14h30, 15h30 e 19h

E-mail para agendamento: agendamentodf@ccbbeducativo.com

No momento do agendamento é possível escolher entre opções de visitas com atelier, visita à exposição ou visita patrimonial. Às quintas, às 14h30 há um horário disponível para a visita em Libras, exclusivo para grupos agendados.

 

Visitas mediadas

Ter, de 12h às 13h | 17h às 18h | 18h às 19h

Qua a sex, de 12h às 13h | 18h às 19h

Sáb, de 12h às 13h | 18h às 19h

Domingos e feriados, de 12h às 13h | 18h às 19h

Até 20 pessoas. Não necessita agendamento.

O grupo será formado 15 minutos antes do horário da visita.

Vista ao acervo do Museu do Banco do Brasil ou da exposição “Björk Digital”, em cartaz no CCBB DF do dia 03/12/2019 a 09/02/2020.

 

Visitas mediadas em libras

Sex às 19h e sáb às 17h

Até 20 pessoas. Não necessita agendamento.

O grupo será formado 15 minutos antes do horário da visita.

Visita realizada em Libras com tradução em português ao acervo do Museu do Banco do Brasil ou à exposição “Björk Digital”, em cartaz no CCBB DF de 03/12/2019 a 09/02/2020. Acolhe pessoas surdas e/ou com deficiência auditiva e ouvintes, numa experiência compartilhada com os educadores das exposições.

 

 

SOBRE AS ATIVIDADES DO CCBB EDUCATIVO

LUGAR DE CRIAÇÃO

Todos os fins de semana, o educativo desenvolve programações especiais visando a ocupação, a convivência, a criação e o diálogo com a arte, para as crianças e suas famílias. O Lugar de Criação é um projeto dedicado ao público infantil, com interesse na experimentação da arte e das linguagens contemporâneas. Nele, os educadores e, por vezes, artistas convidados, realizam atividades e intervenções que estimulem a socialização, a curiosidade, a descoberta, a reflexão, o fazer coletivo e a cultura do brincar. O Lugar de Criação possui quatro segmentos:

Como nasce uma obra de arte? Dedicado para os intercâmbios entre crianças e artistas, com foco na experimentação das práticas e linguagens artísticas contemporâneas.

Desde pequeno – Dedicado à primeira infância, integração e socialização das crianças e os seus responsáveis, têm como foco os primeiros contatos com as exposições e seus conteúdos.

Trocação de histórias – Dedicado à leitura, música e a narrativa, com foco nas questões ligadas às exposições e ao patrimônio imaterial, imaginários sociais e culturais, a partir da experiência no centro cultural.

Eu faço meu brinquedo – Oficinas que exploram aspectos da cultura maker e da criação, para pensar o brincar e o brinquedo como prática coletiva, com temas como consumo, sustentabilidade e reuso.

MÚLTIPLO ANCESTRAL

Plataforma de trocas entre o público, as mestras e mestres ligados a diferentes saberes e práticas culturais, articulando a memória, o afeto e o patrimônio.

TRANSVERSALIDADES

Curso para professores e educadores, que aborda temas transversais aos campos da educação e da arte, conectando as questões presentes nas exposições, às urgências e reflexões cotidianas. Tem entre seus temas as práticas artísticas e sociais, a memória, a produção de subjetividades, de territórios e de patrimônios. É ministrado por profissionais convidados de áreas diversas.

PROCESSOS COMPARTILHADOS

Curso aborda aspectos da concepção, montagem, expografia e reflete sobre as especificidades de uma exposição. Voltado para formação de artistas, educadores, críticos, curadores e demais profissionais do campo da arte e da produção cultural. Utilizará as montagens das exposições como potente espaço de formação profissional nos quais serão evidenciadas questões como: iluminação, sinalização, peças gráficas, concepção e atividades educativas.

LABORATÓRIO DE CRÍTICA

Laboratório de crítica e reflexão sobre arte, incluindo a esfera do jornalismo cultural, memória e patrimônio a partir das exposições. Através desta plataforma, desejamos potencializar as exposições como espaços de formação e pesquisa para estudantes de arte, jornalismo, curadoria e história. É ministrado por profissionais convidados de áreas diversas.

SEMANA DO EDUCADOR

Com o objetivo de receber, logo no início da exposição, os professores, coordenadores pedagógicos e demais integrantes da comunidade escolar, o Programa Educativo realiza a Semana do Educador

COM A PALAVRA…

Visitas para o público espontâneo, realizadas por especialistas ou profissionais referências em temas diversos.

VISITAS EDUCATIVAS AGENDADAS

Os educadores realizam visitas agendadas, inclusivas, com grupos escolares e não escolares, visando criar um espaço de diálogos e trocas de experiências e saberes aliado às práticas artísticas, culturais e sociais, abordadas pelas exposições e demais programações do CCBB. As visitas são oferecidas nas manhãs, tardes e noites, para acolher os estudantes na sua diversidade de realidades e contextos educacionais.

No momento do agendamento é possível escolher entre opções de visitas com atelier, visita à exposição ou visita patrimonial. Às quintas, às 14h30 há um horário disponível para a visita em Libras, exclusivo para grupos agendados.

VISITAS MEDIADAS

Nesta visita os educadores se juntam ao público, para dialogar, compartilhar e trocar olhares, leituras e produções de significados em torno das produções, práticas, contextos e trajetórias dos artistas que participam do acervo do Museu do Banco do Brasil ou exposições em cartaz.

SESSÃO MIÚDA

A sessão miúda é uma proposta de cineclube para toda gente miúda que gosta de cinema, arte, histórias, fantasia e imaginação.

VISITAS MEDIADAS EM LIBRAS

Seguindo os mesmos princípios da visita mediada, a visita em Libras é realizada em Libras com tradução em português. Ela acolhe pessoas surdas e/ou com deficiência auditiva e ouvintes, numa experiência compartilhada com os educadores das exposições. São realizadas duas vezes por semana, com dias e horários pré-definidos por cada CCBB, sem necessidade de agendamento.

Informações, dúvidas e agendamento:

61 3108-7624 | agendamentodf@ccbbeducativo.com | www.ccbbeducativo.com

Assessoria de imprensa CCBB Educativo:

Adriana Morais- (61) 98156-9563

conteudocomunicacao@gmail.com

Charlotte Vilela- (61) 98151-2400

Assessoria de imprensa CCBB: Assessoria de imprensa CCBB: Mariana Cerqueira – ccbbdf@bb.com.br – (61) 3108-7600

CCBB Brasília

Aberto de terça a domingo das 9h às 21h

SCES Trecho 2 – Brasília/DF | Tel.: (61) 3108-7600

E-mail: ccbbdf@bb.com.br   Site: bb.com.br/cultura

Redes sociais: facebook.com/ccbb.brasiliatwitter.com/CCBB_DF e instagram.com/ccbbbrasilia

 

 

Informações, dúvidas e agendamento:

61 3108-7624 | agendamentodf@ccbbeducativo.com | www.ccbbeducativo.com

anuncio patrocinado
Anunciando...