Um jovem e um idoso morrem em acidente grave na BR-060

0

Um homem de 64 anos e outro de 22 faleceram depois de três veículos derraparem na pista, na altura de Santo Antônio do Descoberto (GO), em um trecho conhecido como “Sete Curvas”

 

Duas pessoas morreram em um acidente na BR-060, na altura de Santo Antônio do Descoberto (GO), em um trecho conhecido como “Sete Curvas”. O caso ocorreu por volta das 13h30 desta terça-feira (10/12) e envolveu três carros. Além dos óbitos, houve outros quatro feridos, entre eles uma mulher grávida e uma criança. As vítimas foram encaminhadas para hospitais de Brasília e de Alexânia (GO), segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF).
Conforme informações da PRF, o acidente começou quando dois carros derraparam na rodovia: um Hyundai HB20 e um Fiat Cronos. O condutor do último automóvel, Adailton Alves Santana, 64 anos, acabou capotando-o. Quando ele saiu do veículo, foi atropelado por um Corolla, que também derrapou.
O Corolla acertou a segunda vítima fatal, Walisson Gomes Ferreira, 22 anos, que tinha o sonho de ser policial rodoviário. Ele morava na região e tinha ido até a pista para ajudar os feridos do HB20 e do Cronos. Entretanto, foi atropelado no momento em que prestava ajuda, à beira da rodovia. O rapaz e o idoso morreram na hora, antes que o socorro do Corpo de Bombeiros (CBMDF) chegasse.
Após o duplo atropelamento, o condutor e o passageiro do Corolla fugiram. A dupla procurou atendimento no Hospital de Alexânia (GO). Como já tinha sido emitido um alerta, os homens acabaram presos por policiais militares de Goiás.
Além de Adailton Alves Santana, ocupavam o Fiat Cronos, Georgia Patricia Silva Santana Teles, 30 anos, e uma criança de quatro anos. A mulher foi atendida e transportada pelo CBMDF ao Hospital Regional do Gama (HRG) com suspeita de fratura no quadril, lesões na face, consciente e orientada.
A criança sofreu traumatismos no crânio e no tórax, além de fratura de fêmur. Ela foi atendida, inicialmente, pela concessionária da via e depois pelo CBMDF, que a transportou ao Instituto Hospital de Base (IHBDF).
Ocupante do HB20, Carine Alves da Silva, 35 anos, foi atendida e transportada pelo CBMDF ao IHBDF, com traumatsimo craniano. Além dela, Luzia Gomes Sales, 32 anos, também estava no veículo. Ela foi atendida e transportada pela concessionária da via ao Hospital de Alexânia (GO).
Por causa do grave acidente, a rodovia foi interditada no sentido Brasília-Goiânia por cerca de quatro horas. Isso gerou um longo engarrafamento, que ultrapassou cinco quilômetros. No fim da tarde, o trânsito foi parcialmente liberado, e o tráfego passou a fluir lentamente.
anuncio patrocinado