Ex-governador de MG é condenado a 10 anos e 6 meses de prisão

0

Fernando Pimentel (PT) teria cometido crimes entre 2011 e 2014, quando era ministro do Desenvolvimento do governo Dilma Rousseff

 

O ex-governador de Minas Fernando Pimentel foi condenado pela Justiça Eleitoral de Belo Horizonte a 10 anos e 6 meses de prisão por tráfico de influência e lavagem de dinheiro.

Pimentel teria cometido os crimes entre 2011 e 2014, quando foi ministro do Desenvolvimento durante o governo de Dilma Rousseff. Pimentel poderá recorrer em liberdade.

O MP (Ministério Público) acusou Pimentel de não declarar recursos utilizados na campanha de 2014. O processo contra o ex-governador tramitava no STJ (Superior Tribunal de Justiça), mas foi remetido à Justiça Eleitoral de Minas após ele encerrar o mandato, em 2018.

O empresário Benedito Rodrigues de Oliveira, conhecido como “Bené”, que teria prestado serviços eleitorais e participado de esquema de caixa dois para Pimentel em 2014, também foi condenado a 8 anos de reclusão.

R7 procurou o advogado Eugênio Pacelli, que defende o ex-governador, e aguarda retorno. A reportagem tenta localizar a defesa do empresário Benedito Rodrigues.

anuncio patrocinado