Homem rouba e deixa vítima amarrada em casa na Asa Norte

0

Suspeito furtou celular e cartões de crédito na 712/713 e foi preso logo depois, na 415 Sul

 

Um homem foi preso por roubo a residência com restrição de liberdade, extorsão e uso e porte de substância entorpecente, por volta das 17h15 dessa quinta-feira (14/11/2019). Os crimes foram cometidos no Bloco F da SCRN 712/713, e a prisão ocorreu na 405 Sul.

A equipe do 3º Batalhão da PM foi acionada e, no local, a vítima, 26 anos, informou que o suspeito entrou na casa, roubou celular e cartões de crédito, além de amarrá-la no quarto com uma fita isolante. Ela conseguiu se soltar e acionou o 190, telefone de emergência da Polícia Militar.

As características do suspeito foram repassadas via rádio para os demais policiais da área. Os militares conseguiram localizar o autor do crime nas proximidades da 405 Sul, onde ele reside.

Com o suspeito, foram encontrados R$ 230 que foram sacados com um dos dois cartões bancários levados, um simulacro de arma de fogo e uma pequena porção de maconha. Quanto ao celular da vítima, o homem informou que vendeu para comprar drogas. Ele foi encaminhado para 5° Delegacia Polícia (Área Central).

Outro caso
No domingo (10/11/2019), uma mulher de 34 anos foi mantida refém durante assalto na Asa Norte. O crime ocorreu à tarde, na SQN 403. Para entrar no apartamento da vítima, o criminoso tocou a campainha, informou que era o novo vizinho e queria um copo de água.

A vítima relatou à polícia que não abriu a porta, pois sabia que o apartamento ao lado estava vazio. Assustada, ligou para o marido. O assaltante, no entanto, deu um chute na porta, a derrubou e conseguiu entrar na residência.

A mulher começou a gritar e a pedir socorro. O criminoso a agrediu, a levou para um quarto e pediu que ela ficasse quieta. Perguntou “onde estava o marido”, “se tinha arma ou cofre na casa”.

O assaltante começou a selecionar alguns itens para levar. Roubou joias, um notebook e um celular. Por fim, deixou a vítima no banheiro e disse para ela “não gritar, pois iria voltar” e “esperar 10 minutos para sair”.​ O caso foi registrado na 2ª Delegacia de Polícia (Asa Norte), que investiga o crime.

O autor é um homem branco de aproximadamente 45 anos, tem estatura mediana, vestia calça jeans, polo branca e preta, meio careca e usava uma corrente dourada no pescoço. Informações podem ser repassadas para a PCDF por meio do disque-denúncia 197. Não é preciso se identificar.

anuncio patrocinado