”Nada mais importante que a liberdade de imprensa”, diz Maia

0

De acordo com o presidente da Câmara, país vive uma ”crise” da viralização do ódio através das fake news

 

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu a liberdade de expressão e de imprensa, na tarde desta quarta-feira (30/10), como forma de fortalecer as instituições democráticas, no momento em que, segundo ele, o país vive uma “crise da viralização do ódio” através das fake news.
“O país vive um momento de transformação no relacionamento da política com a sociedade, da sociedade com a própria sociedade, e, como em toda a transformação, ela traz coisas boas e coisas ruins. Nós vivemos uma crise da viralização do ódio através das fake news, e nada mais importante que a liberdade de expressão e a liberdade de imprensa e o papel das empresas de radiodifusão do país”, disse Maia, ao participar da solenidade de lançamento da Frente Parlamentar da Radiodifusão, que conta com mais de 250 congressistas.
“As empresas de  radiodifusão são fundamentais para organizar esse momento onde a viralização do ódio às instituições democráticas enfraquece a nossa democracia. Então é através da liberdade de imprensa e da liberdade de expressão que nós vamos, nesse momento de mudanças, organizar a nossa democracia liberal e a nossa democracia representativa, de forma a fortalecer as instituições democráticas, o Congresso, o Supremo Tribunal Federal, para que o Brasil possa continuar sendo um país livre, democrático e assim possa voltar a crescer”, acrescentou Maia.
Ele não fez referência direta às ameaças do presidente Jair Bolsonaro à TV Globo, após a divulgação de reportagem que revelou que o nome do mandatário foi citado no inquérito que investiga o assassinato duplo da vereadora do PSL do Rio Marielle Franco e seu motorista, Anderson Gomes.
anuncio patrocinado
Anunciando...