Setor de Leilão do Senado abriga “cemitério” de móveis usados

0

Nos fundos da gráfica da Casa, tem um galpão com dezenas de materiais usados à espera de um destino. Cadeiras, armários e até colchões

 

Em um galpão nos fundos da Gráfica do Senado, onde o acesso é restrito a servidores, há um verdadeiro “cemitério” de móveis usados. Além de cadeiras e armários, tem até colchões e geladeiras dispensados de casas e apartamentos funcionais de senadores.

Os móveis estão divididos em lotes e serão assim leiloados. Mas, até agora, não há data para a operação.

Segundo um funcionário do Setor de Leilão do Senado, onde os móveis estão empilhados, todos os meses chegam novas remessas, principalmente de cadeiras quebradas.

Mobília destruída

Sob a condição de se manter em anonimato, um funcionário disse que o lote de 50 cadeiras chegou nesse domingo (06/10/2019).

Impressiona o estado delas: algumas estão totalmente danificadas. Nem parece que estava numa repartição pública. O mobiliário é oriundo de vários setores do Senado.

anuncio patrocinado