Professora vê aluna deprimida e descobre agressões e tentativa de abuso

0

Padrasto foi preso em casa e colocado à disposição da Justiça, em Cuiabá

 

Um homem de 47 anos foi preso pela Polícia Militar na tarde de quarta-feira (2) graças ao olhar atento de uma coordenadora escolar.

Ela percebeu a mudança de comportamento em uma aluna e acabou descobrindo que a adolescente sofria uma série de agressões e tentativas de abuso sexual. O caso foi registrado em Cuiabá.

De acordo com as informações da PM, foi uma coordenadora da Escola Estadual Nilo Póvoas, no centro da Capital, quem acionou a polícia.

A mulher relatou que percebeu que uma aluna estava deprimida e, então, a chamou para conversar.

Com o diálogo, a coordenadora descobriu que a adolescente sofria agressões físicas por parte do padrasto, com quem morava no bairro Jardim Industriário 2, numa região mais distante da cidade.

Segundo o boletim de ocorrência, a aluna também teria relatado tentativas de abuso sexual.

O acusado foi preso em casa, por volta das 17h30. Ele foi encaminhado para a delegacia, para prestar depoimentos e colocado à disposição da Justiça, uma vez que o caso foi considerado flagrante.

A adolescente, segundo a polícia, foi colocada sob responsabilidade do Conselho Tutelar.

O caso foi registrado como estupro de vulnerável tentado e maus-tratos.

anuncio patrocinado