Saiba quem é o responsável pelo tratamento de Schumacher em Paris

0
99

Phillipe Menasché é chefe da unidade de cirurgia de insuficiência cardíaca do Hospital Popmpideau e pioneiro no implante de células cardíacas

 

Quase seis anos após sofrer um grave acidente de esqui, o estado de saúde de  Michael Schumacher permanece rodeado de mistérios. O que se sabe é que o heptacampeão foi levado para Paris para passar por um tratamento com células-tronco com o médico Philippe Menasché.

Menasché é chefe da unidade de cirurgia de insuficiência cardíaca, e o primeiro no mundo a implantar células cardíacas derivadas de células embrionárias no coração de uma mulher em 2014.

“A ideia de transplantar células para um órgão na tentativa de restaurar sua função é antiga, remonta aos transplantes de medula óssea e pele”, explicou o médico ao portal de saúde francês Le Point.

No caso do ex-piloto, o tratamento funcionaria como ação anti-inflamatória. No entanto a questão que agita a comunidade científica é por que Schumacher passaria por um tratamento com um especialista cardiovascular, pioneiro em terapia celular.

Provenientes da fase embrionária, as células tronco participam da renovação dos tecidos tecidos e órgãos danificados.

anuncio patrocinado