Ibraceds/GO abre edital com lotação em duas cidades do Entorno do DF

0
107

Oportunidades são para nível superior

 

O Instituto Brasileiro de Cultura, Educação, Desporto e Saúde (Ibraceds/GO) está ofertando duas vagas imediatas e formação de cadastro reserva no processo seletivo que visa preenchimento do cargo de assessor de Dit. Os candidatos serão avaliados por candidatura e análise curricular e entrevista por competências.

Quando aprovados, os candidatos poderão optar para serem lotados nos Institutos Tecnológicos do Estado de Goiás (Itego)– Carmen Dutra de Araújo, em Formosa/GO, ou no Sarah Luísa Lemos Kubitschek de Oliveira, em Santo Antônio do Descoberto/GO.
As jornadas de trabalho a serem exercidas serão de 44 horas semanais para receber remuneração de R$ 3.483. Os aprovados poderão optar entre os turnos matutino, vespertino e/ou noturno.
Os interessados devem se atentar ao curto prazo de inscrições, que abre em 5 de agosto e deve ser realizado até 9 do mesmo mês, pelo site do Instituto. No edital não consta o valor da taxa de inscrição.
Para os candidatos com deficiência ficam reservadas 5% do total de vagas existentes e das que vierem a existir, por cargo, dentro do prazo de validade deste processo seletivo.

Atribuições

Dentre as atribuições do cargo está a elaboração de projetos, atividades diversas relacionadas a pesquisa e extensão, visitas de campo, entrevista com produtores rurais, apoio a processo para obtenção de fomento. Participação, elaboração e execução de seminários, oficinas, eventos técnicos entre outras atividades inerentes ao cargo.

Formação e requisitos

Para assumir o cargo é necessários que os candidatos possuam graduação (bacharelado, licenciatura e/ou tecnólogo) em qualquer área, possuir CNH na categoria “B” e ter disponibilidade para viagens.
Também é preciso ter experiência na elaboração e coordenação de projetos na educação profissional, na pesquisa aplicada e de campo, em extensão universitária e na organização e coordenação de eventos acadêmicos: extensão e pesquisa.
O processo seletivo terá validade de um ano, contados a partir da data da publicação da homologação da classificação final, podendo ser prorrogado uma única vez, por igual período, a depender do órgão.