Corte de supersalários de 35 pessoas gera economia de R$ 200 mil por mês na Caesb

0

Com o corte nos supersalários de 35 empregados, a Companhia de Saneamento Ambiental do DF (Caesb) vai economizar R$ 200 mil por mês. A média de extrateto é de mais de R$ 5 mil. A empresa pretende cortar os contracheques, com base em decisão do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 10ª Região. O abate-teto estava impedido por liminar concedido ao Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Purificação e Distribuição de Água e em Serviços de Esgotos do Distrito Federal (Sindágua-DF). O teto hoje no DF é R$ 35.462,22.

Rico

Cotado para assumir a Procuradoria-Geral da República, o subprocurador-geral Augusto Aras deixa claro nas conversas com interlocutores que dinheiro não é problema. Como advoga, está muito bem de vida.

Siga o dinheiro

R$ 46.370.090,88

É o montante previsto para contrato, por licitação da Novacap, para manutenção e podas de árvores.

Bastidores da Lava-Jato

O ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot vai lançar um livro sobre sua experiência na Lava-Jato. Texto-reportagem do jornalista Jailton Carvalho, do jornal O Globo, fera na cobertura sobre investigações e denúncias de grande repercussão. Um detalhe: os integrantes da força-tarefa têm apelidos. Lançamento é previsto para setembro. Melhor momento para bastidores sobre a mais importante operação de combate à corrupção do país.

Mulheres no comando do MP

Os Ministérios Públicos dos estados e do DF bateram recorde na quantidade de mulheres como procuradoras-gerais no Brasil, com a posse, em 12 de julho, da promotora Carmelina Maria Mendes de Moura no Piauí. São oito mulheres no comando de MPs. A marca será comemorada hoje pelo Conselho Nacional dos Procuradores-Gerais (CNPG), em parceria com o Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT), com uma vernissagem da exposição Caminhos para a Criatividade: Geometria Construção. A iniciativa também destaca a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, que foi a primeira mulher a comandar o Ministério Público da União, o Ministério Público Federal e o Conselho Nacional do Ministério Público. Para a procuradora-geral de Justiça do Distrito Federal, Fabiana Costa, o evento é simbólico e traz à discussão a representatividade de mulheres nos espaços de poder. No MPDFT, aliás, há ainda uma vice-procuradora-geral, Selma Sauerbronn.

Para coibir fraudes no celular

Em tempos de intrusão de celulares, a deputada Flávia Arruda (PL) quer obrigar as operadoras a cobrarem a presença do titular do telefone para registrar chip pré-pago. Muitos golpes de falso sequestro, pedido de dinheiro, falsa promoção têm por trás uma linha como essas. Em junho, a deputada foi alvo. Usaram uma foto dela em um número de WhatsApp e pediram dinheiro para conhecidos. Mas ninguém caiu na armação. Projeto de lei apresentado ontem pela deputada trata do assunto.

Ex-secretários de Saúde são denunciados (de novo)

Como resultado da Operação Contêiner, o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) denunciou os ex-secretários de Saúde Rafael Barbosa e Elias Miziara, além do ex-secretário-adjunto da pasta Fernando Antunes pelos crimes de associação criminosa, peculato e fraude em licitação. Outras oito pessoas são alvo da ação penal. Segundo a denúncia dos promotores do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), as irregularidades foram cometidas nos processos de contratação da Metalúrgica Valença, entre 2009 e 2013, pela Secretaria de Saúde para implantação de UPAs. De acordo com as investigações, o esquema foi importado do governo do Rio de Janeiro na gestão de Sérgio Cabral e se estendeu ao DF e a outras unidades da Federação por meio da venda de atas de registro de preço da Secretaria de Saúde do Rio.

Longa programação

O presidente da Adasa, Paulo Salles, explica à coluna o motivo de o órgão ter inscrito a maior comitiva a participar do Congresso Brasileiro de Regulação, em Maceió: “Diretores e equipe técnica da Adasa estarão acompanhando as atividades relacionadas às cinco áreas que são de competência da Adasa: (abastecimento, recursos hídricos, coleta e tratamento de esgotos, manejo de resíduos sólidos e drenagem e manejo de águas pluviais). Serão apresentados 11 trabalhos técnicos, proferidas sete palestras e seis atividades de moderação em mesas-redondas por técnicos e dirigentes desta Agência. A participação da Adasa inclui ainda um estande em que serão apresentados os programas ‘Produtor de Água no Pipiripau’, ‘Sala de Leitura’, ‘Adasa na Escola’ e ‘Escola Sustentável’, quatro livros, além do relatório final do 8º Fórum Mundial da Água e de cartilhas sobre reúso de água cinza e aproveitamento de água de chuva.

anuncio patrocinado