Noites frias castigam principalmente moradores de rua; veja como ajudar

0

A Secretaria de Desenvolvimento Social estima que haja cerca de 3 mil pessoas nessa situação, principalmente nas áreas centrais do Plano Piloto

 

Os brasilienses devem enfrentar um alívio nos próximos dias em relação ao tempo seco. Após uma semana que começou com alerta de perigo emitido pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a tendência a partir desta quinta-feira (18/7) é de que a umidade relativa do ar tenha uma leve alta e as temperaturas caiam, especialmente no início da manhã.
A temperatura, nesta quinta-feira (18/7) deve variar entre 14°C e 28°C. A previsão é de tempo estável, com céu claro a parcialmente nublado, e umidade relativa do ar entre 30% e 80%. Na segunda-feira, dia mais crítico, ela baixou a 17%. Na terça-feira, a mínima foi de 20%.
O índice começou a subir ontem. A menor umidade relativa do ar, 27%, foi registrada perto do Gama e na região norte do Distrito Federal. “A tendência para os próximos dias é de que ela fique em 30%. Nada muito crítico, como do último fim de semana até terça-feira. A máxima deve oscilar perto dos 90%. Até o próximo fim de semana, teremos um ligeiro alívio, pois os valores estão subindo um pouquinho”, explica a meteorologista do Inmet Naiane Araujo.
A partir de sexta-feira (19/7), a temperatura também começa a mudar, com máxima entre 24°C e 26°C, e mínima entre 8°C e 9°C. “As mais baixas serão por volta do amanhecer, entre 6h e 8h. As máximas estão previstas para a tarde, entre 15h e 16h. Amanhã (hoje), elas ainda estarão relativamente altas: ao amanhecer, devemos ter temperaturas na casa dos 12°C e, à tarde, em torno dos 28°C e 29°C”, completa Naiane.
Mesmo com a exceção deste ano, em que houve chuvas em áreas isoladas no início de julho, não há previsão de surpresas para os próximos dias. De acordo com a meteorologista, nada indica que ocorrerá precipitações até o fim do mês. “Embora a média climatológica da chuva em junho e julho seja muito baixa, girando em torno de 4 a 6 milímetros, um episódio ou outro dentro da estação seca não é descartado. Por isso, nossas estimativas não são para muito tempo. Mas, no horizonte dos próximos sete dias, não há previsão”, afirma a especialista.

Dificuldades

Em março, José Mario ganhou uma passagem de ônibus para Brasília. A expectativa era de que, aqui, conseguiria mais rápido a segunda via dos documentos e um trabalho. No entanto, o fato de a certidão de nascimento dele também ter sido queimada não facilitou as coisas. Desde então, ele passa dias e noites no Setor Comercial Sul (SCS). “Cheguei a ser chamado para uma vaga de auxiliar de cozinha, mas, quando souberam que eu não tinha documentos, não tiveram como me contratar”, lamenta.
Além do desemprego, o inverno tem castigado ele e as outras cerca de 40 pessoas que dormem em frente a uma loja de departamento do SCS. José Mario conta que, apesar de haver muitas contribuições, elas são insuficientes. “Há muitos dependentes químicos aqui. Quando chegam com as doações, eles correm e nós não competimos com eles. Muitos pegam os itens para vender e comprar drogas. Saem atropelando todo mundo e acabamos ficando sem”, relata José Mario. “Meu objetivo é conseguir um emprego para ter moradia, mas, em meio a tanta gente, acabamos não ficando bem-vistos”, completa o pernambucano.

Onde doar

Abraçando o Mundo
» Asa Norte, Lago Norte e Grande Colorado (Gabi, 995-713-851)
» Asa Norte, Asa Sul, Sudoeste, Cruzeiro, Octogonal e Vila Planalto  (Dinho, 992-580-220; Ana Luísa, 999-062-703; João Vitor, 981-128-981)
» Cruzeiro Novo e Velho, Sudoeste, Octogonal, Candangolândia, Núcleo Bandeirante, Park Sul, Guará, SMU e Noroeste (Niky, 998-216-436)
» Granja do Torto, Asa Norte e Lago Norte (Renata, 996-664-774)
» Guará e Águas Claras (Pacheco, 982-209-068)
» Lago Sul, Jardim Botânico e Paranoá (Daniel, 981-787-169)
» Sobradinho, Grande Colorado e Asa Norte (Juliana, 981-189-735)
» Sobradinho, Grande Colorado, Taquari, Asa Norte e Sudoeste (Karine, 998-384-279)
Amo Ajudar
» Asa Norte, SEPN 707/907 Norte, UniCeub (Clara, 983-023-703)
» Asa Sul, SHIGS 703, Bl. H, Casa 28 (Clara, 983-023-703)
» Cruzeiro, SRES, Qd. 2, Bl. K, Casa 2 (Bruna, 999-834-603)
» Setor de Indústrias Gráficas, Edifício Parque Brasília, Qd. 1 (Bruno, 992-121-464)
» Sudoeste, SQSW 101, Bloco J (Bárbara, 998-110-038)
 
Armário Solidário
(doações em geral)
» Setor Comercial Sul
» Rodoviária do Plano Piloto
» Passarela subterrânea que liga o Guará ao Lucio Costa
Polícia Militar
» Qualquer unidade da PMDF
anuncio patrocinado