Diretor de área responsável pelo Enem é exonerado

0
9

Francisco Vieira Garonce, que estava no cargo desde o final de abril, teve exoneração publicada no Diário Oficial desta quarta-feira (5/6)

 

A exoneração do diretor de Avaliação da Educação Básica, do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), Francisco Vieira Garonce, foi publicada nesta quarta-feira (5/6) no Diário Oficial da União (DOU).

A saída dele tem data retroativa a 22 de maio e já era esperada após a quebra de informações ocorrida no último dia 21, no protocolo de segurança do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja). Outros dois funcionários também foram demitidos, sendo que um deles ocupava cargo comissionado.
Segundo o presidente da pasta, Alexandre Lopes, o protocolo de segurança prevê que dois servidores viajem, em voos separados, para fazer a entrega da prova. Um leva a mídia digital e outro leva a senha que abre o arquivo das provas em uma sala segura, na gráfica. Lopes explicou que o segundo funcionário esqueceu a senha.
“Ele levou a situação para o superior, que entrou na sala cofre e obteve novamente a senha e enviou por via eletrônica à pessoa que estava na sala da gráfica. Houve uma quebra, o certo seria a gravação de uma nova mídia, memorização de uma nova senha e o reenvio para a gráfica nos respectivos voos”, detalhou.
Apesar da falha, na última terça-feira (4/6), o Inep garantiu que o cronograma para o exame está mantido. A prova está marcada para o dia 25 de agosto de 2019. Lopes afirmou ainda que não houve vazamento e que tiveram tempo hábil para reformular a prova.
“Isso foi superado, nós enviamos uma nova prova para a gráfica dentro dos padrões estabelecidos pelo Inep, então agora temos tranquilidade para continuar a questão do Encceja dentro dos prazos estipulados”, disse o presidente da pasta.
Oficialmente, o Inep afirma que a saída de Garonce faz parte da troca natural de diretores e coordenadores após a chegada do novo presidente, Alexandre Lopes, que assumiu o comando do instituto em 17 de maio – após Elmer Coelho Vicenzi, pedir demissão da presidência. Garonce estava no cargo desde o final de abril e ficou no cargo pouco mais de um mês, após ser indicado por Vicenzi. Ambos atuavam no Denatran antes de assumir cargos no Inep.
Já o presidente do Inep, Alexandre Lopes, é o quarto escolhido para ocupar a cadeira desde o início do ano, depois da saída de Maria Inês Fini, que ficou duas semanas no posto; Marcus ViníciusRodrigues, que saiu no dia 26 de março e a demissão do ex presidente da àrea, Elmer Vicenzi.